Click to visit pocast

Sunday, April 03, 2011

"De manha acordo torpe" por Pedro Tiago


"De manha acordo torpe. Bochecho alguma realidade ficcional e perfume-me de alguma pretensão para ser, ora artista ora dogmático económico-politico-opinador de algo pretendo inteirar-me de tudo. Mas filho, tudo é tanto que tanto faz o tudo que queres perceber que nada perceberás contudo. A noite vem e com ela a resignação caótica do tempo que não nos dá espaço. Tal como uma namorada que amamos, por vezes precisamos de um tempo do próprio Tempo. Seja na física quântica ou num simples acordar o tempo e o espaço nunca estão desassociados e isso é uma merda". Pedro Tiago

Labels: ,

0 Comments:

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home